Edição de estreia costura os perfis dos principais centros urbanos do País, seus desafios e suas oportunidades

Com o tema ‘Centros Urbanos’, Rede Brasileira de Institutos de Planejamento lança a primeira edição da Cadernos InREDE

Publicação foi divulgada durante o VII Encontro InREDE, na quinta-feira (18/04), em São Luís (MA)
Transformação urbana Institucional
22/04/2024 • 14h11 | Atualizado há 27dias 22horas

A primeira edição da Cadernos InREDE foi lançada no VII Encontro da Rede Brasileira de Institutos de Planejamento (InREDE), realizado nos dias 18 e 19 de abril, em São Luís (MA). A publicação tem apoio do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), do Ministério das Cidades e da Cooperação Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável (GIZ). 

A edição de estreia costura os perfis dos principais centros urbanos do País, seus desafios e suas oportunidades, além de destacar o percurso da InREDE desde quando a organização começou a se desenhar, em 2022. 

Acesse a Cadernos InREDE - 1ª Edição

O encontro reuniu autoridades e especialistas em Urbanismo para discutir o potencial de instrumentos urbanísticos. No primeiro dia, a programação foi iniciada com um ciclo de palestras e debates acerca do tema Boas práticas municipais na aplicação dos Instrumentos de Desenvolvimento Territorial. Representantes dos municípios de Curitiba, Maceió e Recife compartilharam suas experiências. Também houve visitas técnicas a equipamentos e espaços públicos da capital maranhense. 

No segundo dia, houve apresentação de novos membros da InREDE. Em seguida, a Bloomberg Philanthropies e o Ministério das Cidades realizaram apresentações com foco em projetos inovadores e apoio a cidades e na Política Nacional de Desenvolvimento Urbano, respectivamente.  

O vice-prefeito de Fortaleza, Élcio Batista, compartilhou sua visão sobre a importância do planejamento urbano nas cidades. “A técnica, aliada à boa política, é capaz de transformar, de fato, as cidades, revolucionando a vida das pessoas, e é esse o motivo para a gente estar aqui hoje. Política pública bem coordenada e bem integrada tem alto impacto e baixo custo”, pontuou o primeiro presidente da InREDE.

A titular do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) e atual presidente da InREDE, Larissa Menescal, compartilhou a trajetória do grupo até o momento, destacando os principais avanços. “A InREDE sai fortalecida do VII Encontro. Juntos, os Institutos de Planejamento do Brasil estão construindo respostas para o Planejamento do século XXI. O Ministério das Cidades, a GIZ e o ONU-Habitat são catalisadores desta teia de cidades que se unem para o fortalecimento da política urbana nacional", disse.

O VIII Encontro está previsto para ocorrer ainda neste ano, no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC). 

InREDE

A Rede Brasileira de Institutos de Planejamento surgiu em 2022, em Fortaleza, com o objetivo de construir uma rede colaborativa entre institutos de Planejamento, com a missão de fortalecer a cultura do planejamento para enfrentar os desafios urbano e de fomentar a troca de conhecimentos para promover cidades mais inclusivas e resilientes. Atualmente, a organização é presidida pelo Iplanfor e soma cerca de 30 membros, entre institutos e prefeituras de municípios brasileiros.

Fotos: Jamia Figueirêdo
Texto: Guilherme de Castro*
*Estagiário sob supervisão

GA
LE
RIA

Leia

também

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no Portal. Ao utilizar o Portal da Prefeitura você concorda com a política de privacidade e termos de uso. Termos de Uso Política de Privacidade Prosseguir